Jogando com time misto, CRB é derrotado pela Ponte Preta em Campinas: 3 a 1

Jogando com time misto, CRB é derrotado pela Ponte Preta em Campinas: 3 a 1

Sem condições de brigar por algo na Série B, o CRB entrou em campo com um time misto e acabou sendo derrotado para a Ponte Preta por 3 a 1 em Campinas. Os regatianos viram uma exibição inspirada de Bruno Rodrigues, que guardou dois gols e garantiu a vitória da equipe alvinegra no último jogo dentro do Moisés Lucarelli nesta temporada. Guilherme Pato marcou o terceiro e deu números finais à partida válida pela 37ª rodada da Série B. Luiz Paulo anotou o único tento do Regatas.

Com o resultado deste domingo (24), o time alvirrubro permanece na 10ª posição, com 49 pontos conquistados no campeonato. Já a Macaca, somando 54 pontos, figura na oitava colocação da tabela.

As equipes entrarão em campo novamente na próxima sexta-feira (29), às 21h30, pela última rodada da Série B. No Rei Pelé, o Galo irá receber o Cuiabá, time recém promovido à Série A. A Ponte, por sua vez, irá encarar o pressionado Figueirense, que joga a vida para escapar do rebaixamento, em Florianópolis. A partida será realizada no Estádio Orlando Scarpelli.

Primeiro tempo

O Regatas iniciou a partida partindo para cima e ocupando o campo adversário. Os alvirrubros apostaram na posse de bola e no alto volume no último terço do campo. Apesar das tentativas de investidas regatianas, a Macaca conseguiu ser mais aguda que o CRB nos primeiros 10 minutos através de ataques pontuais.

Após ver a redonda atravessando a sua pequena área em algumas situações, o Galo começou a ser mais impetuoso na ofensiva. Em uma jogada pela ponta, artifício bastante utilizado pelo time alvirrubro, quase saiu o primeiro do duelo. Aos 14 minutos, Igor Cariús bateu cruzado visando o gol, mas a redonda foi em direção a Daniel Amorim, mas a zaga pontepretana foi cirúgica e não deixou as redes balançarem.

Ao desenrolar da peleja, o Regatas foi perdendo força no ataque e não conseguiu ser objetivo. Com isso, a Macaca foi crescendo e rondando mais a área regatiana. Não demorou muito para a ascenção na partida se transformar em gols. Em cobrança de escanteio aos 26, a Ponte levantou na área e conseguiu acertar o travessão com uma cabeçada. Barreto tocou no bate e rebate e Bruno aproveitou para inaugurar o marcador. Placar aberto em Campinas: Ponte Preta 1×0 CRB.

Atrás na disputa, o Galo procurou apertar os paulistas. Para isso, os regatianos apostaram forte na bola aérea e quase conseguiu equiparar o duelo aos 32. No escanteio curto, Reginaldo cruzou para Daniel Amorim, que acertou uma boa cabeçada e viu a pelota sair tirando tinta do poste direito do goleiro Ygor.

Nos últimos oito minutos, a Macaca conseguiu ficar mais com a redonda e esfriou a partida, criando caminho para ampliar o placar aos 43 minutos. Apodi recebeu na esquerda e cruzou na medida para Bruno Rodrigues, que se infiltrou no meio da zaga regatiana e desviou sutilmente de cabeça, tirando do goleiro regatiano Georgemy para anotar o seu segundo tento. Marcador atualizado no Moisés Lucarelli: Ponte 2×0 CRB.

O árbitro goiano adicionou mais um minutinho e encerrou a primeira parte do espetáculo aos 46 minutos. O time regatiano desceu para o vestiário sofrendo a derrota por 2 a 0.

Etapa final

O segundo tempo começou mais calmo em relação ao primeiro. Apesar do prejuízo no marcador, o Galo adotou uma postura passiva no jogo. Assim, a Ponte teve tranquilidade para trocar passes e assumir o controle da partida.

Sem sofrer ameaças, a Macaca seguiu com a posse da redonda e teve o caminho aberto para marcar o terceiro aos 16 minutos. Guilherme Pato fez tabelinha com Matheus Peixoto e ficou cara a cara com Georgemy. O avançado transpirou frieza e tocou sutilmente para vencer o arqueiro regatiano. Placar elástico no Moisés Lucarelli: Ponte 3×0 CRB.

A postura apática do time regatiano acabou com a entrada de Luiz Paulo. O lateral, que jogou na ponta direita, assumiu o protagonismo ofensivo e marcou um golaço aos 28 minutos. Após passe por cima, vindo da esquerda, Daniel Amorim ajeitou de peito e o camisa 15 alvirrubro acertou um chutaço. Galo diminuiu: Ponte 3×1 CRB.

Apesar do tento anotado, o bom momento do Galo não durou muito e a Macaca conseguiu esfriar a partida novamente. Os regatianos até chegaram pontualmente, mas a posse ficou mais com os donos da casa. Aos 36, o time alvirrubro foi obrigado a fazer uma alteração no gol. O goleiro Georgemy sentiu câimbras e foi substituido por Pedro Henrique.

Sem forças, o Galo viu a ponte trocar passes e controlar a partida até o último apito. O árbitro estendeu a partida em mais 3 minutos, que chegou ao fim na marca dos 48 com o triunfo pontepretano por 3 a 1.

Ponte Preta – Ygor; Apodi, Rayan, Ruan Renato e Yuri; Barreto, Dawhan (Igor Maduro) e Camilo (Bruno Reis); Guilherme Pato, Matheus Peixoto (Tiago Orobó) e Bruno Rodrigues (Pedrinho). Técnico: Fábio Moreno.

CRB – Georgemy (Pedro Henrique); Reginaldo, Thalisson Kelven, Everton Páscoa e Igor Cariús; Olívio (Robinho), Carlos Jatobá (Reginaldo Júnior) e Diego Torres; Régis Tosatti (Darlisson), Pablo Dyego (Luiz Paulo) e Daniel Amorim. Técnico: Roberto Fernandes.

Árbitro – Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

Assistentes – Cristhian Passos Sorence (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO).

Quarto árbitro – Flávio Roberto Mineiro Ribeiro (SP).


Deixe um comentario