Suspeitos de assassinar PM alagoano em Porto de Galinhas são mortos durante troca de tiros

Suspeitos de assassinar PM alagoano em Porto de Galinhas são mortos durante troca de tiros

Dois homens suspeitos de assassinar o policial militar alagoano Johnson Bulhões da Rosa Silva, de 27 anos, em Porto de Galinhas, no fim de novembro do ano passado, foram mortos após confronto com uma guarnição do Batalhão de Operações Policiais Especiais de Pernambuco (Bope/PE). Trata-se de José Pedro Santos de Souza Moreira, de 19 anos, e Hilquias Antonieta da Silva, de 35. Moreira, conhecido como ‘Oreia’, teria sido o autor do disparo contra o soldado alagoano.

Segundo as informações preliminares da Polícia Militar de Pernambuco (PM/PE), os PMs que estavam em uma viatura do Bope perceberam a movimentação de um veículo suspeito em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, e tentou fazer a abordagem. Na ocasião, os suspeitos entraram em confronto com a guarnição, o que acabou ocasionando na morte dos dois suspeitos.

Foram encontradas duas pistolas .40, mochilas, drogas e munições no veículo guiado pelos suspeitos.

Em uma publicação em suas redes sociais, o deputado estadual Cabo Bebeto (PTC) narrou o caso e parabenizou a ação dos policias pernambucanos. “Quero aqui deixar meus parabéns aos policiais de Pernambuco, em especial uma guarnição do Bope, que tirou de circulação um bandido muito periculoso”, afirmou o parlamentar.


Deixe um comentario