Internado no HGE, morre bebê espancado e asfixiado pelo pai

Internado no HGE, morre bebê espancado e asfixiado pelo pai

O bebê J.F.L.S., de 1 ano, que foi espancado e asfixiado pelo próprio pai, morreu, às 23h50 dessa quinta-feira (5), no Hospital Geral do Estado (HGE). Em nota, a assessoria da unidade informou “com tristeza” a morte da criança, que foi transferida do Hospital de Emergência do Agreste (HEA) na noite de quarta-feira (4).

J.F.L. da S. sofreu asfixia mecânica pela tentativa de estrangulamento praticada pelo pai, identificado como José Fábio Lima da Silva, que está preso.

Segundo HGE, o bebê chegou à Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIp), na última quarta-feira, em estado de saúde considerado gravíssimo, após transferência do Hospital de Emergência Daniel Houly, em decorrência de asfixia mecânica durante tentativa de estrangulamento.
O pai da criança também é investigado por outras agressões cometidas contra o bebê. Uma parente da criança, que não quis se identificar, confirmou as agressões.
“Ele se irritou com o choro do menino, pegou no pescoço dele e apertou. Deu um murro nas costas do menino, na barriga. Deu um chute que ele foi parar na parede, foi o que eu fiquei sabendo. Isso não se faz com uma criança, não. Criança é inocente, é um anjinho. E eu quero que a justiça seja feita, que ele pague por tudo que fez com essa criança, por tudo. Ele fez (agrediu) outras vezes, só que falou que iria mudar”, disse em entrevista à TV Gazeta.
Nessa quarta-feira (4), José Fábio passou pela audiência de custódia, onde teve a prisão preventiva decretada. Ele agora vai responder por homicídio qualificado. Se condenado, o pai pode pegar até 30 anos de reclusão.

Fonte: Gazetaweb.


Deixe um comentario