Emocionada, assistente social de 52 anos recebe a primeira dose da CoronaVac em Alagoas

Emocionada, assistente social de 52 anos recebe a primeira dose da CoronaVac em Alagoas

A emoção tomou conta de Marta Antônia de Lima, de 52 anos, a primeira pessoa a receber a vacina da Covid-19 em Alagoas, e das pessoas que acompanhavam o início da vacinação de combate ao coronavírus, na manhã desta terça-feira (19). Mulher, negra, moradora do bairro do Poço, dedica a sua vida ao Sistema único de Saúde (SUS) há 22 anos. Depois de Marta, mais quatro pessoas receberão a vacina, sendo profissionais da área da saúde que atuam nos Hospitais Geral do Estado (HGE) e Metropolitano, em Maceió; de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; e de Porto Calvo.

“Estou muito emocionante. É um momento ímpar. Meu primeiro agradecimento é para os voluntários e pesquisadores que fizeram essa vacina acontecer. Acreditem na vacina. Se cuidem e se vacinem. Abracem a vacina. É a possibilidade que temos de vencer a pandemia, vencer a mortalidade”, disse Marta.

Já a médica do Hospital do Agreste, Guacyra Almeida, de 42 anos, falou sobre esperança. “É essencial para a estabilização dessa bagunça que a pandemia fez em nossas vidas. Hoje está sendo iniciada a vacinação e, a cada dia, nossa esperança vai se renovar”.

O Helicóptero da Polícia Militar de Alagoas (PM/AL) pousou no Hospital Metropolitano, por volta das 8h30 desta terça-feira.

O carregamento com 87.760 doses da CoronaVac chegou ao Aeroporto Zumbi dos Palmares, por volta das 22h40 dessa segunda-feira (18). O voo, que chegaria a Alagoas, durante a tarde de ontem, sofreu atraso por causa de um problema de logística na distribuição dos imunizantes, feita pelo Ministério da Saúde (MS).

Serão vacinados, neste primeiro momento, profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus e pessoas com mais de 75 anos de idade, esse grupo com 71.080 doses disponíveis; e indígenas aldeados, para os quais foram recebidas 16.680 doses.

Mesmo com a vacina, os profissionais de saúde recomendam que é necessário seguir as medidas de segurança, como uso de máscara e álcool em gel.


Deixe um comentario