Em duelo atrasado da 9ª rodada, CRB é derrotado pela Chapecoense: 1 a 0

Em duelo atrasado da 9ª rodada, CRB é derrotado pela Chapecoense: 1 a 0

CRB e Chapecoense se enfrentaram pela primeira vez na história na noite desta quarta (14). A vitória ficou para o lado alviverde, que, no Rei Pelé, venceu o Galo por 1 a 0. No duelo atrasado, válido pela 9ª rodada desta Série B, Anselmo Ramon marcou o gol da vitória da Chape.

Com este resultado, o time regatiano ocupa agora a 11ª posição, com os mesmos 20 pontos. Já o Verdão do Oeste, agora com 29 pontos, ocupa a vice-liderança do campeonato.

A próxima partida do Galo também será em Maceió. Neste sábado (17), às 18h30, o time alvirrubro recebe o Operário no Rei Pelé, pela 16ª rodada da segundona. Já a Chape, também em casa, encara o Vitória, na Arena Condá pela mesma rodada, neste sábado (17), às 16h.

Primeiro tempo

O Galo começou a partida tomando sufoco da Chapecoense. Aos 3 minutos, a Chape chegou com Felipe Garcia. O atacante apareceu na entrada da área do CRB, chutou forte para a boa defesa de Edson Mardden.
O Regatas respondeu quatro minutos depois. Aos 8, Diego Torres finalizou, Igor Cariús desviou no primeiro pau e João Ricardo salvou a Chape e mandou a pelota para corner. No escanteio, Diego Torres levantou na área e o goleiro do time catarinense ficou com a bola.
O time regatiano até tentou equiparar as ações ofensivas, mas, aos 15, o Verdão do Oeste voltou a ameaçar. Paulinho Moccelin aproveitou o erro de Igor Cariús, entrou na área e Edson Mardden, no 1 contra 1, defendeu a finalização do atacante do time de Chapecó.
Com mais posse de bola, a equipe catarinense seguiu amassando o Galo. Mas, foi apenas aos 31 que a Chape foi perigosa novamente. Moccelin entrou na área do CRB, ficou cara a cara com Mardden, finalizou e o goleiro do Regatas espalmou. Na sobra, Evandro cabeceou e o arqueiro alvirrubro encaixou.

No fim do primeiro tempo, o time regatiano tentou respirar um pouco, mas, já nos acréscimos, voltou a levar sustos. Em cobrança de escanteio, Evandro aproveitou o levantamento e cabeceou a bola no travessão de Edson Mardden. A etapa inicial foi até os 47 minutos e acabou sem gols: CRB 0 x 0 Chapecoense.

Segundo tempo

No início da segunda etapa, o CRB iniciou as ações ofensivas. Aos 6 minutos, Diego Torres recebeu com liberdade e arrematou rasteiro de longa distância. A redonda saiu perigosamente pela esquerda da meta de João Ricardo.
Ao decorrer dos primeiros minutos, a Chape igualou a partida e, aos 14, finalizou a primeira no segundo tempo. Denner tentou fazer o cruzamento, mas a bola foi em direção ao gol e Edson Mardden desviou para escanteio.

O jogo caiu em emoção em relação à etapa inicial e somente aos 27 minutos voltou a ter um lance de perigo. Lucas Tocantins, na sua primeira participação na partida, ganhou na velocidade de Reginaldo Júnior, chutou cruzado com perigo à meta regatiana.

Quando ninguém esperava, aos 30 minutos, a Chapecoense inaugurou o marcador. Anselmo Ramon aproveitou o cruzamento de Hiago e cabeceou bonito no ângulo do gol defendido por Edson Mardden: Chape 1×0 CRB.
Com a desvantagem no placar, o Galo se lançou ao ataque. O Regatas aplicou uma grande pressão em cima da equipe catarinense, mas não foi suficiente para evitar a derrota. Fim da etapa complementar: CRB 0x1 Chapecoense.

CRB – Edson Mardden; Thiaguinho (Bill), Gum, Reginaldo Júnior e Igor; Moacir, Claudinei (Darlisson), Carlos Jatobá e Diego Torres; Alisson Safira e Iago (Hugo). Técnico: Marcelo Cabo.

Chapecoense – João Ricardo; Anderson Leite (Hiago), Luiz Otávio, Joilson e Busanello; Willian Oliveira, Evandro (Lima) e Denner (Lucas Tocantins); Felipe Garcia (Régis Tosatti), Paulinho Moccelin (Perotti) e Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer.

Árbitro – Jonathan Antero Silva (RO).

Assistentes – Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) e Adenilson de Souza Barros (RO).


Deixe um comentario