Cerca de 500 gestantes e nutrizes recebem kits nutricionais, em Palmeira dos Índios

Cerca de 500 gestantes e nutrizes recebem kits nutricionais, em Palmeira dos Índios

Lucianna Araújo/Assessoria
Fotos: Diego Wendric/Assessoria

Cerca de 500 gestantes e nutrizes, das zonas urbana e rural de Palmeira dos Índios, receberam hoje (12) os kits nutricionais direcionados pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Governo do Estado. O auditório da Casa Museu ficou lotado para atender as mulheres cadastradas no Programa de Complementação Alimentar para Gestantes e Nutrizes em Situação de Vulnerabilidade Social e Insegurança Alimentar e Nutricional.

A entrega das cestas começou desde outubro do ano passado e, a cada mês, são entregues pela prefeitura. A gestante Jéssica Silva disse que o benefício das cestas auxilia na redução com os gastos em mantimentos para quem já recebe pouco ou nenhum salário. “Como gestante eu agradeço muito porque a gente quase não tem dinheiro para ir ao mercado. E o que recebemos aqui, com essa contribuição, sobra para comprar um medicamento para os nossos filhos. Essa ajuda é muito importante e agradeço a todos da Secretaria de Assistência Social e ao prefeito Júlio por isso. E também digo às mulheres que estão aqui que cada uma cuide de sua saúde para que mãe e bebê fiquem saudáveis”, disse a gestante.

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social Mônica Targino, o objetivo do programa é promover a qualidade de vida das gestantes e nutrizes. “Retomamos o programa, junto com o Governo do Estado, no ano passado. Estamos muito felizes com mais este momento. Queremos avisar que continuamos realizando os cadastros no Cras e na Secretaria de Assistência Social. Peço a Deus que isso possa proporcionar ajuda a essas mulheres para que tenham melhor qualidade de vida”, ressaltou a secretária.

O prefeito Júlio Cezar disse que cada mês, quando são feitas as entregas dos kits, é uma oportunidade de garantir às gestantes e nutrizes um reforço na alimentação para que possam dar também melhor condições de vida para os bebês. “A cada mês, temos um encontro com quase 500 gestantes que são atendidas pela prefeitura, em parceria com o Governo do Estado. Além das cestas, a Secretaria oferece outros programas, como o do leite, e em breve, teremos o da sopa. O nosso governo sempre se prepara para não deixar as mães, e consequentemente, as crianças com fome. Muitos bebês ainda morrem de fome e quando um bebê morre é porque falhamos”, destacou o prefeito.

E continuou. “Uma mãe que perde um filho abre uma ferida no peito que não sara. Esse programa dá um suporte às gestantes e nutrizes para que se fortaleçam e, também, os seus filhos. Agradecemos ao governo Renan Filho por essa parceria com o nosso município. Daqui a um mês teremos um novo encontro. Peço aos maridos que cuidem das suas mulheres, levem ao posto de saúde porque queremos reduzir os riscos para elas e para os bebês”, finalizou o prefeito.

O programa, que é voltado para gestantes e mães que amamentam crianças com até seis meses de vida e inscritas no Cadastro Único, tem como objetivo garantir alimentação adequada, em quantidade e qualidade, além de reduzir os indicadores de mortalidade infantil. Os kits são compostos de 14 itens, como arroz, feijão, macarrão, leite em pó, farinhas de mandioca e de milho, aveia em flocos e biscoitos. Para receber a cesta nutricional as gestantes ou nutrizes levaram o Cartão do Programa, identidade, cópia do Cartão da Gestante, cópia do cartão de vacina e da Certidão de Nascimento da criança.

o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Deixe um comentario