‘The Voice +’: segundo dia de Audições às Cegas tem presença de pais de cantores conhecidos do público

‘The Voice +’: segundo dia de Audições às Cegas tem presença de pais de cantores conhecidos do público

O segundo dia de Audições às Cegas do The Voice + foi de arrepiar! Logo no início, os técnicos e o público ficaram boquiabertos com a mãe de Alexandre Pires. A cantora Abadia Pires impressionou com seu talento e beleza. Quem também chamou atenção e emocionou foi Mário Figueiredo, pai da drag queen Deena Love, que marcou a terceira temporada do The Voice Brasil. E não para por aí, outras vozes também impressionaram com alto nível de apresentação e carisma.

Abadia soltou a voz com o clássico “Você Me Vira a Cabeça”, de Alcione, e, logo, virou todas as cadeiras. Ao descobrirem sua identidade, os técnicos ficaram chocados! A artista escolheu o Time Daniel para seguir na competição.

“Meu Deus do céu, pelo amor! A gente não sabe quem tá, aí se depara com a mãe do Alexandre Pires, que alegria!”, destacou Mumuzinho. “Além de ser tudo isso, ela gerou ícones da nossa música”, completou Claudia.

Mário Figueiredo agradou com sua voz rasgada e emocinou com sua sensibilidade ao falar do filho Pedro Novas, conhecido por sua drag queen Denna Love. O artista foi para o Time Claudia Leitte.

“Seu filho com certeza recebeu uma excelente educação e, o talento, ele herdou de você”, destacou sua técnica.

Além dos pais dos famosos, outros artistas marcaram a tarde de domingo. A participante Celestina Maria, de 79 anos, entrou para os assuntos mais comentados da internet após cantar Cartola. A artista entrou para o Time Mumu. Reveja:

“Que emocionante”, escreveu um internauta. “Eu não estou chorando com a apresentação, não, né?”, comentou outro. “Maravilhosa”, destacou mais um.

Já Leila Maria ganhou elogio de Zélia Duncan após apresentação de “Night and Day”, de Cole Porter. Com 30 anos de carreira e um álbum premiado na trajetória, a artista virou as quatro cadeiras e também escolheu o Time Mumu. Reveja:

“Uma linda carreira”, comentou Zélia Duncan.


Deixe um comentario