Primeira usina solar de Alagoas será inaugurada nesta segunda, em Palmeira

Primeira usina solar de Alagoas será inaugurada nesta segunda, em Palmeira

Palmeira dos Índios foi a cidade alagoana escolhida pela empresa Helio Energias para implantar a primeira usina geradora de energia solar em Alagoas. A Helio, que acompanha o mercado mundial nessa forma de gerar energia, será inaugurada nesta segunda-feira (30), a partir das 15h, na comunidade Guedes. A empresa tem matriz no Ceará e sedes nos estados do Rio de Janeiro e Goiás. Em visita às instalações da empresa, o australiano Robert Gardner, presidente da usina, disse que a escolha por Palmeira foi devido à expansão local e às condições favoráveis de irradiação de raios solares.

O prefeito Júlio Cezar destacou que que abrir as portas da cidade para esse segmento colocará Palmeira em grande destaque e também atrairá investidores de outras áreas. “Esse é mais um momento feliz para todos nós. Palmeira é um lugar viável e a implantação da usina Helio Energias só nos confirma isso. Esse empreendimento é sustentável, se espalha por várias regiões do país e é o que temos de mais moderno no mundo, quando se fala em consumo de energia. O Polo Multissetorial também já é uma realidade. A nossa cidade está de portas abertas para receber as empresas que quiserem se instalar no município, pois não colocamos barreiras para isso”, afirmou o prefeito Júlio Cezar.

Helio Energias

A Helio Energias é uma empresa pioneira no mercado de Geração Distribuída de energia fotovoltaica no Brasil, que tem a experiência necessária para planejamento, construção, comissionamento e manutenção de usinas fotovoltaicas, com economia garantida na conta de luz. Usina Solar Fotovoltaica ou “Usina” significa o conjunto de bens que são instalados no local em que é implantada, e que inclui os painéis fotovoltaicos, inversores, sistema de monitoramento de desempenho, entre outros, conforme especificações técnicas, necessários à geração de energia elétrica por meio da modalidade distribuída, nos termos da Resolução da ANEEL 482/12, alterada pela Resolução da ANEEL 687.


Deixe um comentario