Palmeira dos Índios já investiu cerca de R$ 68 milhões em Saúde em 2018

Palmeira dos Índios já investiu cerca de R$ 68 milhões em Saúde em 2018

Assessoria
Foto: Diego Wendric/Assessoria

A Prefeitura de Palmeira dos Índios tem investido pesado em ações e serviços públicos de Saúde com qualidade para beneficiar a população. Com um orçamento anual de R$ 69.947.850, o município investiu R$ 67.861.81 na área, enquanto cidades com PIB maior investiram menos. Palmeira conseguiu se sobressair graças às emendas da bancada federal e o Ministério da Saúde.
No final de 2016, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi fechada por conta de débitos. O Governo Júlio Cezar assumiu a dívida e a primeira ação administrativa da gestão foi negociar o pagamento e reabrir a UPA. Constitucionalmente, 15% da arrecadação do município deve ser aplicado na Saúde. Somado às emendas colocadas pelo senador Benedito de Lira, pelos deputados federais Arthur Lira, Marx Beltrão, Paulão e Ronaldo Lessa, a prefeitura conseguiu recuperar (ampliação e adaptação) de 15 Unidades Básicas Saúde (UBS), que antes não tinham as mínimas condições para atendimento.
A secretária municipal de Saúde Katia Born explicou como os recursos foram utilizados na área. “Os serviços de especialidades foram ampliados e o paciente de câncer terá atendimento rápido e humanizado. Investimos na Casa Azul e em novas Unidades de Saúde. Os médicos tiveram aumento de salários e atendem quatro dias por semana. Implantamos o Plano Atualizado para os servidores da Saúde e a Central de Medicamentos está abastecida. Avançamos muito na Saúde Pública de Palmeira dos Índios e todas as nossas contas foram aprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde”, informou a secretária.
Katia ainda ressaltou que o município investe em todas as áreas. “O prefeito Júlio Cezar não tem medido esforços para investir no bem-estar das pessoas, na limpeza, na Educação e na Assistência, com a melhor qualidade possível. Reduzimos os índices de dengue e de esquistossomose. Tudo isso é planejamento e gestão. Se fôssemos contar apenas com os 15% constitucional, a Saúde em Palmeira estaria comprometida”, afirmou.
O município também comprou mais de 200 computadores, equipamentos para o Centro de Especialidades de Palmeira dos Índios (CEPI), equipamentos de oftalmologia e ginecologia, cinco ambulâncias e uma caminhonete. “Encontramos Palmeira em situação de caos na saúde, mas graças aos esforços empreendidos pela nossa gestão, estamos organizando, ampliando os serviços e a assistência à população” disse o prefeito Júlio Cezar.


Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.gov.br/


Deixe um comentario