Operação prende novos policiais civis envolvidos em extorsões a comerciantes em Maceió

Operação prende novos policiais civis envolvidos em extorsões a comerciantes em Maceió

Dois policiais civis foram presos na segunda fase da Operação Navalha. Além deles, outras duas pessoas foram presas. Segundo as investigações, o grupo foi flagrado extorquindo comerciantes do Mercado da Produção. A ação ocorreu na segunda-feira (11).
A Operação Navalha teve início em julho de 2019. O grupo foi flagrado com armas e distintivos, trajando uniformes da Polícia Civil de Alagoas e de posse de veículo travestido de viatura, praticando o crime de concussão, isto é, exigindo vantagens indevidas de comerciantes do local.
Uma policial civil já estava presa desde o dia 30 de julho, quando foi deflagrada a primeira fase da operação.
Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que o grupo formou uma organização criminosa utilizando o aparato da PC para ganhar dinheiro ilícito às custas de extorsões promovidas contra comerciantes.
Foi decretada ainda a prisão preventiva de Juarez José da Silva, que se passava por policial nas ações e está foragido.
Além das prisões, também foi decretado o afastamento cautelar dos agentes públicos de seus cargos na Polícia Civil bem como a suspensão de suas autorizações para portar arma de fogo.
A operação é coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado.


Deixe um comentario