Hospitais do interior se aproximam do colapso com quase 90% de ocupação da UTI

Hospitais do interior se aproximam do colapso com quase 90% de ocupação da UTI

Boletim atualizado da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) aponta que 178 dos 214 leitos de UTI destinados a pacientes infectados pelo novo coronavírus estão ocupados em Alagoas, um percentual de 83%. No interior, a situação é ainda mais preocupante, a taxa chega a 89%.

Já no Hospital da Mulher, em Maceió, unidade referência para tratamento de pacientes com Covid-19, a ocupação dos leitos de UTI para adultos atingiu 107% e 90% na Santa Casa de Maceió, que também está com 100% dos leitos clínicos ocupados.

A situação no Hospital Universitário também é crítica, com os oito leitos clínicos para pacientes com Covid já ocupados. No Hospital Djacy Barbosa, em Arapiraca, a ocupação já ultrapassa os 90%.

Em relação aos municípios que dispõem de leitos exclusivos para quem foi infectado pelo vírus, Maceió, Arapiraca e São Miguel dos Campos apresentam taxas de ocupação que revelam a proximidade do colapso da rede hospitalar de Alagoas.

Com a situação crítica, alguns hospitais relataram a indisponibilidade de leitos, como a Santa Casa de Maceió, que teve a redução de cinco vagas na UTI que estão ocupadas com pacientes de planos de saúde e particulares. Já o hospital Sanatório registra nove leitos clínicos a menos, pois faltam bombas, monitores e medicação e o Hospital Regional de Arapiraca fechou temporariamente uma vaga na UTI, já que um respirador está em manutenção.

O último boletim epidemiológico da Sesau revela que o estado tem um total de 13.096 casos confirmados do novo coronavírus, dos quais 4.325 estão em isolamento domiciliar, 362 internados em leitos públicos e privados e 531 óbitos.


Deixe um comentario