Famílias de baixa renda de Palmeira dos Índios têm descontos na conta de luz

Famílias de baixa renda de Palmeira dos Índios têm descontos na conta de luz

Criado pelo Governo Federal para beneficiar famílias com baixa renda, o Programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), consiste na redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65%, para famílias com renda mensal de até meio salário mínimo e, para Indígenas e Quilombolas que possuem o consumo de até 50kwh, o desconto chega a 100%.

Os dados levantados pela Equatorial Alagoas de 2019, apontam que mais de 184 mil famílias que já possuem cadastros nos programas do Governo Federal e atendem a todos os critérios exigidos pelo programa, mas ainda não recebem o benefício, por não ter realizado cadastro junto a Equatorial, ou não ter realizado a atualização cadastral que é realizada a cada dois anos.

As cidades de Maceió, Arapiraca e Palmeira dos Índios lideram o ranking de municípios com o maior número de famílias com direito ao benefício, porém sem receber o desconto devido ao cadastro desatualizado. Confira a lista:

MUNICÍPIO POTENCIAL NÃO CADASTRADO
MACEIÓ – 42.348
ARAPIRACA – 6.106
PALMEIRA DOS ÍNDIOS – 4.937
UNIÃO DOS PALMARES – 4.709
RIO LARGO – 4.615
PENEDO – 4.444
SÃO MIGUEL DOS CAMPOS – 4.382
MARECHAL DEODORO – 3.504
SÃO LUIS DO QUITUNDE – 3.467
CAMPO ALEGRE – 3.155

O executivo da Equatorial, Wellington Silva, destaca que o benefício tem um importante impacto no planejamento financeiro das famílias de baixa renda.

“Com o desconto, que pode chegar até 65%, essas famílias podem usar o dinheiro economizado para colocar mais comida na mesa ou investir na educação dos filhos. Por isso, é importante que todos tenham conhecimento sobre a Tarifa Social”, diz.

Como solicitar o benefício

Realizar o cadastro ou até mesmo renová-lo é bem simples, basta ir a qualquer agência de atendimento da Equatorial Alagoas, com a última conta de energia, levando o cartão do benefício com o Número de Inscrição Social – NIS, (caso não possua o NIS é necessário procurar a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura, CRAS da cidade em que você reside) RG e CPF.

No caso das famílias indígenas, a Carteira de Identidade pode ser substituída pelo Registro Administrativo de Nascimento do Indígena (RANI).
Os descontos podem ser de 10% a 65% na tarifa de energia elétrica, calculados e fixados pela ANEEL, o que faz muita diferença no orçamento de uma família.
É importante destacar que os descontos variam de acordo com o consumo de energia elétrica da residência, sendo que as residências com menor consumo têm descontos maiores. Um consumo mais elevado pode tirar o cliente da faixa de descontos do programa.
Por se tratar de um desconto na fatura, a tarifa social é um incentivo ao cidadão para manter as faturas em dia, além de ter boas práticas de economia para não desperdiçar energia elétrica.


Deixe um comentario