SESAU promove ação de prevenção a acidentes com motos em Palmeira

SESAU promove ação de prevenção a acidentes com motos em Palmeira.

Texto e fotos: Kelly Marques/Assessoria

A Secretaria de Estado da Saúde (SESAU) juntamente com as secretaria municipais de Saúde, Educação, 3ª GERE e SMTT de Palmeira dos Índios promoveram uma grande mobilização de prevenção a acidentes com motocicletas. O objetivo da campanha foi de alertar os condutores sobre as consequências dos acidentes envolvendo motocicletas.

O evento foi aberto com uma grande caminhada pelas ruas da cidade, finalizando na Rua José Pinto de Barros, com diversos stands expositivos da Lei Seca, Polícia Rodoviária Federal, DETRAN/AL, autoescolas, secretarias municipais, Honda e clubes de motocicleta. O evento também contou com a presença do SAMU e Corpo de Bombeiros.

O stand mais movimentado foi o da Secretaria Municipal de Saúde de Palmeira dos Índios, que ofereceu a realização de testes rápidos, vacinas, aferição de glicemia, distribuição de preservativo. Estudantes da Universidade de São Paulo (USP) ofertaram testes rápidos de saliva para motociclistas.

As ações, que já aconteceram na cidade de Arapiraca, agora irão para Delmiro Gouveia e Santana do Ipanema, municípios que também registraram altos registros de acidentes envolvendo motocicletas.

Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Programação do Natal de Luz de Palmeira será lançada nesta quinta-feira (30)

Programação do Natal de Luz de Palmeira será lançada nesta quinta-feira (30).

Assessoria
Foto/Divulgação: (Arte: Rhudson Ferreira)

A Prefeitura de Palmeira dos Índios tem a honra de convidar toda imprensa alagoana para participar da solenidade de divulgação da programação do Natal de Luz de Palmeira dos Índios 2017. O evento acontecerá nesta quinta-feira (30), às 8h, no Auditório da Casa Museu Graciliano Ramos.

Na oportunidade apresentaremos a logomarca do evento, o local, as atrações do show da virada do ano e toda a logística do Natal de Luz.

Contamos com a presença de todos.
Governo do Povo de Palmeira dos Índios


Mais de 1,1 mil cidades estão em alerta para dengue, zika e chikungunya

Mais de 1,1 mil cidades estão em alerta para dengue, zika e chikungunya.

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (28), o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRa). O indicador aponta que 357 cidades estão em situação de risco para a ocorrência de dengue, zika e chikungunya, pois nelas mais de 9% dos imóveis visitados continham larvas do mosquito. Já 1.139 municípios estão em situação de alerta. Isso significa que entre 1% e 3,9% dos imóveis locais tinham larvas. E 2.450 municípios foram classificados como satisfatórios por apresentarem percentual menor de 1% para presença de larvas.

O LIRa analisou dados de 3.946 cidades, entre o início de outubro e a primeira quinzena de novembro. O número é considerado recorde e decorre da resolução da Comissão Tripartite, que tornou obrigatória, no início deste ano, a disponibilização das informações.

Cerca de 1.600 municípios não realizaram ou não informaram o índice de infestação. Caso isso não seja feito até o dia 14 de dezembro, quando será publicado o relatório final, as cidades serão apenadas com a suspensão da segunda parcela do Piso Variável de Vigilância em Saúde, conforme pactuado na comissão.

Regiões
Em relação às regiões, o Nordeste foi a que registrou o maior número de municípios em situação de alerta: 41% dos que enviaram as informações. Depois vem o Norte (40,4%), Centro-Oeste (20,1%), Sudeste (19,32%) e Sul (13,66%). No Centro-Oeste e no Nordeste, o maior número de focos foi registrado em depósitos de armazenamento de água, como em toneis e barris. O ministério aponta que a questão da força as famílias a armazenarem água. De acordo com o ministro, Ricardo Barros, equipes estão em campo para informar a população sobre como fazer o armazenamento, sem gerar criadouros do aedes.

Capitais
Em relação às capitais, estão em situação satisfatória Macapá, Fortaleza, Goiânia, Belo Horizonte, João Pessoa, Teresina, Curitiba, Rio de Janeiro e Palmas. As que estão em alerta são: Maceió, Manaus, Salvador, Vitória, Recife, Natal, Porto Velho, Aracaju e São Luís. As demais, inclusive a capital federal, Brasília, ainda não enviaram as informações.

Mobilização da sociedade
Para que os alertas não se transformem em problemas reais, sobretudo ao longo do verão que se aproxima, o ministro Ricardo Barros convocou a população a cooperar. “Trata-se de mobilização e só se resolve o combate ao mosquito se cada um assumir a sua responsabilidade. Não há força pública capaz de eliminar todos os focos. A sociedade tem que assumir a responsabilidade e fazer o seu trabalho”, afirmou.

Ele alertou que “nós estamos convocando a população para cuidar da eliminação dos focos e incorporar a sexta-feira sem mosquito”, dedicando parte deste dia ao combate. “O ciclo de vida do mosquito é de uma semana. Se nós trabalharmos com determinação, nós vamos reduzir o número de mosquitos e a infestação”, acrescentou.

Para estimular o combate ao Aedes aegypti, o Ministério da Saúde apresentou nova campanha de prevenção e combate ao mosquito, intitulada “Um mosquito pode prejudicar uma vida. E o combate começa por você”. As peças apresentam histórias reais de pessoas que sofreram com as doenças e começarão a ser veiculadas em dezembro. A iniciativa demandou investimento de R$ 18 milhões.

Além das ações de sensibilização, a pasta fez investimentos na ordem de R$ 17,6 milhões para a aquisição de 250 veículos com fumacê e 650 equipamentos de nebulização de inseticidas. Eles despejarão os larvicidas pyriproxyfen e malathion. A compra deste último foi suspensa, pois, segundo o órgão, há estoque suficiente para abastecer o país em 2017 e 2018.

O malathion é um inseticida autorizado para uso no Brasil, mas pode causar efeitos cancerígenos conforme organizações, como a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). Questionado sobre o uso da substância, o ministro disse que ela é segura, mas ressaltou que tem compromisso com outras estratégias que tenham como foco a promoção da saúde, como saneamento, e defendeu o estímulo a novas formas de combate. “Nós eliminamos a última compra e vamos iniciar esse incentivo para as novas tecnologias terem espaço para se desenvolver”, apontou.

Menor ocorrência de doenças
O diretor do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis (DEVIT), Márcio Garcia, avaliou que a mobilização da população tem gerado conquistas. Ele apresentou dados que apontam taxas expressivas de diminuição. No caso da dengue, entre 2016 e a primeira quinzena de 2017, houve queda de 83,7%. A taxa média é de 116 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Neste quesito, o Centro-Oeste preocupa, pois registra 476 casos. Houve redução de 73% dos casos graves de dengue e de 82,4% de mortes.

O cenário da chikungunya também não é o mesmo. O número de casos caiu 32%. No Nordeste, ainda é alta a incidência. A região concentra 76% de todas as ocorrências contabilizadas pelo órgão.
A zika também tem afetado menos a população, o que, segundo Garcia, corrobora com a possibilidade de se encerrar a situação de emergência decretada no início de 2016. Houve queda de 92,1%, entre 2016 e 2017.

Devido à grande incidência nos anos anteriores e ao desenvolvimento de microcefalia, cerca de 3 mil crianças acometidas pela doença têm recebido Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para que elas recebam estímulos precocemente, foram instalados centros de reabilitação e qualificados profissionais em todo o Brasil.


Júlio Cezar fará palestra em evento do TCE/AL pela terceira vez

Júlio Cezar fará palestra em evento do TCE/AL pela terceira vez.

Nas palestras, prefeito conta que vem vencendo as dificuldades com criatividade, empreendedorismo e transparência
Assessoria
Foto: Diego Wendric/Assessoria

O prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar foi convidado pelo Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TECE/AL) para dar mais uma palestra no projeto “Escola de Contas Conversando com o Gestor”. Desta vez, o evento acontecerá nesta quarta-feira (29), às 9h, no Hotel Praia Dourada, em Maragogi. O projeto é uma iniciativa da Escola de Contas Públicas do TCE, que visa fortalecer parcerias e a aproximação com os gestores de Alagoas. Esta é a terceira vez que o prefeito é convidado para o projeto como palestrante. A primeira vez aconteceu em Palmeira dos Índios, no dia 22 de setembro, e a segunda no último dia 6 de novembro em Maceió, onde apresentou a palestra “Vencendo as Dificuldades e Administrando em Tempos de Crise”.

O conselheiro e diretor geral da Escola de Contas Públicas Otávio Lessa explicou o motivo de o prefeito Júlio ter sido convidado para falar sobre a gestão em Palmeira dos Índios. “O primeiro foi em Palmeira, já fizemos também em Maceió e no próximo dia 29 será a vez de Maragogi. Temos que atender o estado inteiro, mas o prefeito Júlio saiu na frente, e Palmeira foi o município que fez a primeira legislação de controle interno do Estado de Alagoas, aprovada pela Câmara Municipal. Então, tínhamos que prestigiar exatamente tudo isso. E o controle interno serve para que se tenha uma gestão boa e com o menor número de problemas durante a administração, por isso fazemos questão de convidar Júlio para passar sua experiência para os outros gestores”, disse Otávio Lessa.

Na palestra, o prefeito Júlio Cezar conta como vem vencendo as dificuldades e administrado o município em tempos de crise. “É com um enorme prazer que recebo, pela terceira vez, o convite do TCE para contar como estamos vencendo as nossas dificuldades administrativas. Tivemos que administrar um cenário de horror. O município endividado, com o nome no Cauc, salários atrasados, servidores desmotivados, UPA fechada, postos de saúde, escolas, todos sucateados. Era um caos total. Criamos um controle interno e negociamos as dívidas. Construímos uma boa relação com a bancada federal, tiramos Palmeira da lista de devedores e passamos a receber recursos federais. Tudo com criatividade, empreendedorismo e transparência”, contou o prefeito.


Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


SESAU e Secretaria Municipal de Saúde fazem mobilização para redução de acidentes com motocicletas, em Palmeira

SESAU e Secretaria Municipal de Saúde fazem mobilização para redução de acidentes com motocicletas, em Palmeira.

Kelly Marques/Assessoria, com SESAU

As secretarias municipais de Saúde e Educação, SMTT e a 3ª GERE de Palmeira dos Índios, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), realizarão nesta quinta (30) uma caminhada de mobilização para prevenção de acidentes com motocicleta. O objetivo da campanha é o de alertar os condutores sobre as consequências dos acidentes envolvendo motocicletas.

De acordo com a SESAU, somente no primeiro semestre deste ano, os acidentes com motocicleta provocaram o atendimento de 2.124 pessoas no Hospital Geral do Estado (HGE). Para mudar esta realidade, que provoca internações evitáveis, onerando os cofres públicos e causando superlotação nas unidades de urgência e emergência alagoanas, a Sesau irá promover uma série de ações, visando diminuir o número de acidentes de trânsito com óbitos, envolvendo motociclistas.

As ações acontecerão em Arapiraca, Palmeira dos Índios, Delmiro Gouveia e Santana do Ipanema. Em Palmeira, a caminhada acontecerá a partir das 8h, saindo da Praça São Cristóvão, percorrendo as principais vias do Centro, e finalizando na Praça do Skate com a distribuição de material informativo, palestras para estudantes e aferição de pressão arterial e glicemia.

Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Assinatura para conclusão de conjuntos habitacionais acontecerá na segunda (4), em Palmeira

Assinatura para conclusão de conjuntos habitacionais acontecerá na segunda (4), em Palmeira.

Data foi definida hoje (27) pela manhã, depois de uma reunião do prefeito com dirigentes da Caixa

Assessoria
Foto: Assessoria

O prefeito Júlio Cezar esteve reunido na manhã desta segunda-feira (27), em Maceió, com o vice-presidente nacional da Caixa Econômica Federal (CEF) Nelson Antônio e com o superintendente estadual da CEF Kleber Paes. O objetivo da reunião foi definir uma nova data para a assinatura do contrato de finalização das obras nos conjuntos Brivaldo Medeiros e Antônio Ribeiro, que é de responsabilidade do Banco do Brasil, mas com recursos da CEF. A solenidade de assinatura foi marcada para a próxima segunda-feira, dia 4 de dezembro, às 9h, em Palmeira dos Índios.

Na semana passada, terça-feira (21), o prefeito recebeu um telefonema do presidente nacional da Caixa Econômica Federal Gilberto Occhi anunciando a liberação dos recursos na ordem de R$16 milhões para a conclusão das obras dois conjuntos habitacionais. A solenidade de assinatura do contrato de conclusão das obras estava marcada para hoje, segunda-feira (27), mas por questões de agendamento com os órgãos envolvidos, a data foi adiada para o dia 4 de dezembro.

O prefeito informou que o senador Benedito de Lira e o deputado federal Arthur Lira confirmaram presença na solenidade do dia 4. “Foi uma luta e uma vitória política do senador Biu de Lira e do deputado Artur Lira, que já confirmaram presença no dia quatro. É uma vitória também da prefeitura, da Caixa Económica e do Banco do Brasil. O vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Nelson Antônio de Souza também virá representando o presidente Gilberto Occhi”, finalizou o prefeito.


Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Eleita por aclamação diretoria do CSE para o biênio 2018-2019

Eleita por aclamação diretoria do CSE para o biênio 2018-2019.

Em uma eleição presidida pelo Presidente do Conselho Deliberativo do CSE, o Advogado e Controlador do Município de Palmeira dos Índios, Klenaldo Oliveira, foi eleita na noite desta segunda-feira (27), a nova diretoria do CSE, para o biênio 2018-2019.

Estiveram presentes à reunião, o Prefeito Julio Cezar e o Vice Prefeito Dr.Marcio Henrique, como também os vereadores de Palmeira dos Índios, Pedrinho Gaia, Dindor e Abraão do BMG.

Torcedores também marcaram presença. Alguns se manisfestaram e foram convocados para uma reunião secreta, para definir quem seria o Presidente. Após alguns minutos reunidos, o presidente do conselho anunciou a nova diretoria, que foi eleita por aclamação.

A nova diretoria do CSE ficou assim constituída:

Presidente Executivo: Antônio Umbelino da Silva

Vice Administrativo: Erisvaldo Benedito

Vice de Futebol Profisssional: José Barbosa

Vice de Futebol Amador: Francisco Barbosa (Kincas)

Vice Médico: Eronildes Cavalcante

Vice Financeiro: José Alves

Vice de Marketing; Alexandre Nonato

Vice Juridico: Zenicio

Vice de Comunicação: Ailta Rodrigues

Vice de Patrimônio e Administrador do Estádio Juca Sampaio: Eronildes da Ótica

foi anunciado também o conselho fiscal formado por Adailton Bernardo, Thiago Davisson e Henrique Medeiros e como suplentes Marcos Parreco, Flávio Targino e Abraão Paulino

Foi também apresentada na reunião a nova comissão técnica do tricolor

Técnico: Manoel Pinheiro

Aux. Técnico: Sóstenes

Preparador Físico: Victor Albuquerque

Aux. de Preparador Físico: Everton Guedes

Supervisor Marcel Santos

Preparador de Goleiros: Jorjão

Aux. de Preparador de Goleiros; Claudio Azul


Irregularidades na Arsal comprometem transporte complementar em AL, diz Coopervan

Irregularidades na Arsal comprometem transporte complementar em AL, diz Coopervan.

As polêmicas envolvendo o transporte complementar em Alagoas continuam. Com o término das licitações do segmento em 2013, promovidas pelo Estado, por meio da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal), a categoria esperava que as irregularidades e desmandos acabassem, o que ainda não aconteceu.

As irregularidades, de acordo com a categoria, são muitas e têm por finalidade beneficiar alguns transportadores complementares e também um sindicato que tem ligação com alguns diretores da Agência Reguladora.

De acordo com documentos, até decisões do Tribunal de Justiça de Alagoas são descumpridas pela Arsal. De acordo com o regulamento da última licitação, um participante ganharia mais pontos pelo tipo de veículo, sendo os micro-ônibus os mais pontuados. Um vencedor do processo licitatório com pontuação máxima continua rodando com uma Van, ao invés do veículo de maior porte.

Nesse caso específico, por exemplo, a Arsal recentemente enfaixou o veículo, descumprindo a decisão do desembargador Alcides Gusmão da Silva, no processo Apelação n. 0730272-142014.8.02.0001, de 31 de agosto deste ano. O mais curioso é que o pedido foi feito pela própria Arsal com a finalidade de derrubar decisões de juízes em primeiro grau que ordenavam a substituição dos veículos que não atendiam o Edital licitatório.

O presidente da Cooperativa de Transporte Intermunicipal de Passageiros de Alagoas, Marcondes Prudente, questiona essa postura da Arsal. “Veículos como esse não poderiam ter o enfaixamento renovado. São irregulares. Não compreendo como a agência mobiliza o seu Jurídico para defender irregularidades”, frisou.

“Como o cidadão alega que não tem condições financeiras para comprar um micro-ônibus se ele já sabia disso? No processo licitatório, ele derrubou transportadores que já rodavam no sistema há anos e não tinham condições de adquirir um ônibus. Isso sempre foi denunciado pelos trabalhadores honestos desde o lançamento do primeiro Edital em 2009. Hoje, está mais do que provado que o sistema foi burlado e continua sendo em várias esferas que envolvem o transporte complementar de passageiros em Alagoas”, explicou Marcondes.

A Taxa de R$ 1 mil
O Edital de Licitação previa que cada transportador deve pagar a chamada Caução de Garantia de execução das obrigações contratuais, em conta específica a ser estabelecida pela Arsal, no valor correspondente a 5% (cinco por cento) do valor anual estimado”, cuja renovação deverá acontecer durante os 10 anos de permissão. Até aí tudo bem, até porque a Lei 8.666/93 assegura tal cobrança.

Porém, a conta estabelecida pela Agência Reguladora para depósito pertence ao Sindicato dos Transportadores Complementares de Passageiros de Alagoas (Sintracomp). De acordo com o Termo de Compromisso, o citado documento tem como objetivo “a garantia da Caução do Contrato de Permissão junto à Arsal”, e que o “sindicato fará o pagamento como forma de indenização para Arsal de até o valor de 5% do contrato anual do permissionário conforme consta no edital de licitação, quando for acionado pela Arsal”, estabelece, de forma duvidosa, o citado documento.

O permissionário, ainda de acordo com o documento, deve também manter em dia os pagamentos junto à Arsal das Taxas de Fiscalização, Multas e Outorgas. Em caso de descumprimento, “caracteriza quebra de compromisso, a qual será informada à Arsal do cancelamento” do Termo de Compromisso e “sem devolução do valor pago”, no caso os R$ 1 mil.

Para Marcondes Prudente, “trata-se claramente de mais uma forma encontrada pelo sindicato, com concordância da atual diretoria da Arsal, de arrancar dinheiro dos transportadores. Para onde vai o valor pago pelo transportador em caso de atraso. Todos são obrigados pela Arsal a efetuarem esses pagamentos ao sindicato durante o recadastramento”, disse.

O presidente da Coopervan explicou ainda que o valor da taxa deveria variar de acordo com o preço das linhas licitadas. Uma linha que custou, por exemplo, R$ 7 mil, o licitado deveria pagar 5% desse valor, ou seja, apenas R$ 350. Esse valor deverá ser devolvido, com as respectivas correções, ao final do contrato de 10 anos. “Trata-se de perdas e prejuízos para nossos transportadores. A vantagem chega apenas para um lado nessa história”, falou.


Corpos de vítimas de colisão serão liberados após DNA, diz IML

Corpos de vítimas de colisão serão liberados após DNA, diz IML.

O Instituto de Medicina Legal (IML) de Arapiraca, órgão da Perícia Oficial do Estado de Alagoas esclareceu na manhã desta sexta-feira (24), que os corpos carbonizados no acidente de trânsito em um trecho da BR316 em Palmeira dos Índios serão liberados após a realização de exames odontolegal e DNA.

O Perito Geral Manoel Melo, disse que a Perícia Oficial (Poal) solidariza-se com a dor e sofrimento dos familiares frente a tamanha tragédia. E que envidará todos os esforços necessários para a liberação célere dos corpos que ficaram completamente carbonizados no acidente.

Ocorre que, a Poal por ser um órgão de natureza técnico científica, não pode trabalhar com o mero reconhecimento dos corpos. “Na área forense e jurídica isso não seria o bastante, por isso, a Poal precisa produzir a prova por meio de exames para obter o resultado científico de identificação para a competente liberação dos cadáveres”, explicou Melo.

Diante disso, o Perito Geral Manoel Melo enviará ainda está manhã, uma equipe de odontolegista para o IML de Arapiraca para que se faça uma triagem dos corpos que se possam ser liberados via identificação da arcada dentária. Ainda será alinhado com o Laboratório Forense da Poal, a realização de exames de DNA para liberação dos cadáveres que não forem possíveis serem identificados através do exame odontolegal.

O Chefe especial do IML de Arapiraca, perito médico legista Sílvio Nunes já se reuniu com os familiares das possíveis vítimas e explicou as providências necessárias para realização dos exames. Que será a apresentação do prontuário odontológico das vítimas, e o recolhimento de material biológico de um familiar de primeiro grau.

Relembre o caso
Cinco pessoas morreram carbonizadas após uma colisão envolvendo um carro de passeio e um caminhão na tarde desta quinta-feira (23), em um trecho da BR-316, em Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas.

De acordo com informações obtidas pelo Portal Todo Segundo, com o impacto da colisão os veículos pegaram fogo. No carro de passeio tipo Palio, de cor vermelha, placa de Rio Largo, os cinco ocupantes ficaram presos às ferragens e vieram a óbito após incêndio. Veja aqui a matéria completa.

Entre as vítimas estão: Tereza Rodrigues e seu filho advogado recém formado, Diego Rodrigues, 26 anos. Diego conduzia o veículo. No banco traseiro do carro, estava uma amiga do advogado por nome de Mauriceia e seus dois filhos, Lucas de 19 anos e Emanoel de 15. A identidade completa das vítimas só deve ser divulgada após a identificação dos corpos que foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.


Sai lista de aprovados no concurso da PM e Bombeiros; confira

Sai lista de aprovados no concurso da PM e Bombeiros; confira.

Os candidatos dos concursos para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Alagoas já podem consultar os aprovados para a próxima fase do certame. O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), divulgou nesta segunda-feira (27) a relação dos aprovados nas provas objetivas, realizadas em outubro.

No total, mais de 68 mil pessoas que se submeteram aos certames concorreram a 1.150 vagas, conforme editais publicados. Foram 57.365 inscritos para as mil vagas direcionadas ao concurso da PM e 11.448 inscritos para as pertencentes ao Corpo de Bombeiros.

“Todo o processo de realização dos concursos tem sido feito baseado, sobretudo, na transparência. O Governo de Alagoas se sobressai em coordenar um certame deste tamanho e, sem dúvidas, esse é um grande passo para melhorar a segurança dos alagoanos. Agora, os candidatos aprovados nesta fase precisam seguir os itens descritos nos editais”, explica o secretário titular da Seplag, Fabrício Marques Santos.

Ainda de acordo com os editais divulgados, serão convocados para a avaliação médica das condições de saúde física e mental, próxima etapa de caráter eliminatório, os candidatos aprovados e classificados nas provas objetivas até a 1.800ª posição.

Aprovados
Para conferir a lista dos aprovados na prova objetiva no concurso para soldado combatente da PM, soldado combatente e oficial combatente do CBM-AL, basta acessar a versão do Diário Oficial do Estado (DOE) no link www.imprensaoficialal.com.br/diario-oficial

Seplag informa que candidatos aprovados na 1ª fase até a 1.800ª posição serão convocados para a avaliação médica das condições de saúde física e mental, de caráter eliminatório


Fórum Municipal Permanente “Pacto pela vida na primeira infância” é instituído em Palmeira

Fórum Municipal Permanente “Pacto pela vida na primeira infância” é instituído em Palmeira.

Lucianna Araújo/Assessoria
Fotos: Diego Wendric/Assessoria

Promover a efetividade das políticas públicas destinadas à primeira infância é uma das finalidades do Fórum Municipal Permanente “Pacto pela vida na Primeira Infância”, instituído hoje (23), em Palmeira dos Índios. O Fórum, que reuniu órgãos colegiados, movimentos e organizações, é uma instância de caráter permanente e um espaço inédito de interlocução entre as secretarias municipais de Educação, Assistência Social, Saúde e entidades comprometidas com as causas da criança. O evento aconteceu no auditório do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), Campus Palmeira.

A posse dos membros do Fórum contou com apresentações culturais, apresentadas por crianças da rede municipal de ensino público, e importantes palestras vinculadas à primeira infância, proferidas pelos pediatras: Cícero José, que falou sobre “A Primeira Infância”, Cláudio Soriano, que tratou da “Importância da Amamentação para o Desenvolvimento da Criança”, Kátia Eliane Arruda, que explicou sobre “A Prevenção de Doenças Infectocontagiosas na Infância”.

O prefeito Júlio Cezar destacou o trabalho da articuladora do Fórum Graças Sandes, que conseguiu agregar três importantes áreas fundamentais para a formação da criança: saúde, educação e assistencial social. “Estamos em um município que articula uma série de forças para garantir a proteção à criança e para que ela possa ter assegurado várias políticas públicas na primeira infância e a garantia de um pleno desenvolvimento social, emocional, educacional e também de saúde. Agradeço à coordenadora do Selo Unicef em Palmeira, Graça Sandes, pelo trabalho que tem desenvolvido e por reunir três importantes áreas que são essenciais para este trabalho”, disse o prefeito.

E continuou. “Ainda temos deficiências, mas seguimos em frente, mesmo com a crise que enfrentamos no início do mandato, pois sem dinheiro fica difícil manter as políticas públicas. Somente com o Fórum, unindo todos esses atores, poderemos unir forças para efetivar e monitorar com todos os setores governamentais e não governamentais, para que busquemos o selo Unicef e a luta diária para mantermos com eficiência o que o Fórum propõe. E, mesmo com dificuldades, manteremos o pacto pela vida na primeira infância, com vontade e comprometimento, pois as nossas crianças precisam e merecem isso”, finalizou o prefeito Júlio.


Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Palmeira dos Índios desativará lixão até 2018

Palmeira dos Índios desativará lixão até 2018.

Prefeitura já escolheu local para a implantação da Estação de Transbordo

Lucianna Araújo/Assessoria
Fotos: Diego Wendric/Assessoria

O prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar e a secretária municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Anna Luísa França assinaram hoje (24) um documento em resposta à solicitação do Consórcio Regional de Resíduos Sólidos do Agreste (Conagreste), que determinou a escolha uma área onde, em breve, ficará localizada a Estação de Transbordo do município, que vai funcionar no Povoado da Salgada e servirá para diminuir os custos do transporte que leva os resíduos sólidos da cidade para a Central de Tratamento de Resíduos (CTR), instalada em Craíbas. Os governos anteriores tinha um prazo de encerrar os lixões até janeiro de 2014, mas não cumpriram a lei. Agora, a Prefeitura de Palmeira segue um cronograma e desativará o lixão até 2018.

Após a viagem feita pelo prefeito e a secretária a São Luís, no Maranhão, quando eles e outros prefeitos alagoanos visitaram as Centrais de Transbordo do estado, esta é mais uma etapa cumprida para atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), conforme o decreto federal 12.305/10, que exige a extinção dos lixões em todo o Brasil. A ação atende, também, a determinação do Ministério Público Estadual para o encerramento das atividades dos lixões em Alagoas. “Mantivemos o compromisso de que o lixão de Palmeira é um dos que finalizará suas atividades. Em processo de desativação de lixão, o município já tem o local para a implantação da Estação de Transbordo, que funcionará no Povoado da Salgada e poderá atender municípios como Paulo Jacinto, Quebrangulo, Belém, Tanque D’Arca, Estrela de Alagoas e Minador do Negrão, caso os prefeitos também decidam depositar os resíduos sólidos na Estação de Transbordo de Palmeira”, explicou a secretária Anna Luísa França.

De acordo com o prefeito Júlio Cezar, este é mais um passo que o município dá no processo estabelecido para a desativação do lixão. “Com a implantação da Estação de Transbordo, a próxima etapa é fazer a desativação do lixão e começar a intensificação da coleta seletiva. Não adianta desativar o lixão e o lixo permanecer nas ruas. Esta cidade produz muito lixo e só com a coleta seletiva, em parceria com a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis, o problema será resolvido. Para isso, também iremos intensificar o cronograma da coleta do lixo na cidade”, explicou Júlio Cezar.

E continuou. “Quando desativarmos o lixão será um grande avanço para Palmeira, pois ele só degrada o meio ambiente, polui o subsolo e o lençol freático, provoca a morte de animais e doenças nas pessoas. O Ministério Público tem uma parcela fundamental de contribuição com os nossos trabalhos e Palmeira será, em breve, um dos municípios que poderá dizer que encerrou as atividades do lixão a céu aberto. Sem dúvida, compartilho todo esse trabalho da prefeitura e da secretária Anna Luísa com o Ministério Público Estadual que tem nos auxiliado demais na maneira correta de agir quanto à desativação do lixão do nosso município”, finalizou o prefeito Júlio.

Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Governo antecipa pagamento do 3º lote do PIS/Pasep para idosos

Governo antecipa pagamento do 3º lote do PIS/Pasep para idosos.

O governo anunciou nesta quinta-feira (23) a antecipação do pagamento do 3º lote dos recursos do PIS/Pasep para os cotistas aposentados. Homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62 anos poderão ter acesso ao benefício nas agências da Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil já nesta quinta-feira.

Anteriormente, o calendário previa o início dos saques do 3º lote a partir de 14 de dezembro.

Trabalhadores que estejam neste grupo de cotistas e que possuam conta corrente na Caixa e no BB já receberão os créditos automaticamente. Para os demais cotistas com direito ao benefício, o atendimento nas agências se iniciará na segunda-feira (27).

“Com a antecipação, mais de 2 milhões de trabalhadores terão acesso aos recursos. O potencial de pagamentos desta terceira etapa é de que quase R$ 4 bilhões”, informou o Ministério do Planejamento.

Anunciada em agosto, a medida prevê a liberação de R$ 15,9 bilhões a cerca de 7,8 milhões de pessoas. O montante sacado até o momento, entretanto, soma menos de 10% do volume liberado.

Segundo o governo, o total sacado do fundo atingiu o valor de R$ 1 bilhão até 19 de novembro, sendo que 56% deste valor se refere a pagamentos de aposentados.
Procura abaixo do esperado

Questionado pelo G1, o Planejamento reconheceu que o volume de saques “está abaixo do esperado” e disse que os bancos, junto com o governo “estão reforçando a divulgação da iniciativa”.

“O desconhecimento de que há saldo disponível é o principal motivo. As divulgações também incentivarão que filhos e netos consultem saldos de seus familiares”, destacou o ministério..

Quem ainda não retirou seus recursos, continua podendo sacar o dinheiro. O ministério lembra que os pagamentos para idosos acima de 70 anos e os herdeiros de cotistas falecidos continuarão sendo feitos regularmente.

A liberação do PIS/Pasep para idosos faz parte da agenda positiva do governo Michel Temer, que enfrenta baixa popularidade. A medida é similar ao saque das contas inativas do FGTS, que injetou neste ano cerca de R$ 44 bilhões na economia.

Os saques começaram a ser liberados no dia 19 de outubro para pessoas com mais de 70 anos. No dia 17, começaram os pagamentos para homens e mulheres aposentados, e agora para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62.

Participam do fundo trabalhadores de organizações públicas e privadas que contribuíram para o Pasep ou para o PIS até 4 de outubro de 1988 e que não tenham resgatado todo o saldo. Quem passou a contribuir após essa data não possui saldos para resgate.

Calendário PIS/Pasep para idosos (Foto: Arte G1)
Quem pode sacar

Os recursos liberados são para trabalhadores de organizações públicas e privadas que contribuíram para o Pasep ou para o PIS até 4 de outubro de 1988 e que não tenham resgatado todo o saldo. Quem passou a contribuir após essa data não possui saldos para resgate.

Não há uma data limite para que os recursos sejam sacados. Ou seja, a partir das datas informadas, o dinheiro estará disponível para o beneficiário e poderá ser retirado no momento em que ele achar mais conveniente.


Radialista Arivaldo Maia é homenageado no Prêmio Odete Pacheco

Radialista Arivaldo Maia é homenageado no Prêmio Odete Pacheco.

O radialista palmeirense, Arivaldo Maia, foi o homenageado especial da 15ª edição do Prêmio Odete Pacheco. A cerimônia, que foi realizada na noite desta quarta-feira (22), na Casa da Indústria, em Maceió, reuniu diversos jornalistas e radialistas. O prêmio foi entregue ao homenageado pelo diretor-executivo da Organização Arnon de Mello (OAM), Luís Amorim.

Com 50 anos de carreira na Rádio Gazeta, o comunicador ressaltou a satisfação em receber a homenagem. “Me sinto muito feliz, é sempre bom e faz bem ter o trabalho reconhecido. São mais de 50 anos de trabalho e estudo na Rádio Gazeta. É uma vida”, afirmou Maia.

Considerado um dos maiores narradores esportivos do Brasil, o atual chefe do Timaço da Gazeta já transmitiu jogos em vários estados do país. Ele também realizou coberturas das Copas do Mundo do México, Espanha, França e Alemanha. Além disso, Arivaldo transmitiu Copas América na Argentina, Uruguai, Bolívia, Paraguai e outros países da América do Sul.

O prêmio Odete Pacheco tem como objetivo reconhecer e motivar as mais diversas categorias do rádio, conforme explica o realizador do evento, Marcos Assunção.

“Queremos lembrar também os radialistas do interior do estado que ainda não receberam nenhum reconhecimento. Além disso, temos uma obrigação de homenagear a história do rádio e reconhecer os novos comunicadores que estão chegando”, explicou.

Também foram homenageados os profissionais: Floracy Cavalcante – Radio Pajuçara FM; Procópio Lima – Rádio Caeté FM/ São Miguel dos Campos; Hélio Fialho – Prêmio Meio Ambiente de Sustentabilidade; Cícero Almeida – Rádio 96 FM; Tuir Wagner – Rádio Delmiro FM; Marcelo Lima – Rádio Vitório FM/ Palmeira dos Índios; Dinho Lopes – Diretor da Rádio Difusora; Givaldo Kleber – Rádio Educativa/Rádio Novo Horizonte/ Chã Preta; Charlene Araújo – Esporte Interativo; Marcelo Ramires Pintos – Rádio 96 FM; Batista Filho – TV Ponta Verde; Jorge Henrique (Borjão) – Rádio Difusora FM; Programa Fique Alerta – Gernand Lopes e Bruno Ventura; Marcos Guimarães – Rádio Difusora; João Lucas – Rádio Grande Rio FM/ Penedo; Elísio Silva – Programa Hora Azul/ Rádio Jovem Pam AM.


Provedor faz balanço das atividades do Hospital e destaca parceria com a Prefeitura de Palmeira

Provedor faz balanço das atividades do Hospital e destaca parceria com a Prefeitura de Palmeira.

Lucianna Araújo/Assessoria
Fotos: Diego Wendric/Assessoria

Em um café da manhã oferecido hoje (22) à imprensa palmeirense, o provedor do Hospital Regional Santa Rita Pedro Gaia fez um balanço das atividades realizadas durante o ano de 2017 e destacou a parceria com a Prefeitura de Palmeira, que tem reforçado a qualidade dos serviços oferecidos pela unidade de saúde. Graças ao repasse mensal de recursos e convênios pelo município, além de emendas parlamentares, o Santa Rita pôde comprar equipamentos, não contraiu novos empréstimos em 15 anos de funcionamento, e em breve, será possível ampliar a UTI e também firmar um novo contrato, que será formalizado entre a prefeitura e a instituição.

De acordo com Pedro Gaia, as conquistas obtidas durante o ano de 2017 no Santa Rita só foram viáveis por causa da parceria com o prefeito Júlio Cezar e às emendas parlamentares dos deputados federais Paulão e Arthur Lira, senador Benedito de Lira e o ministro do Turismo Marx Beltrão. “A parceria com o prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar, foi importante para que fossem conseguidas as emendas parlamentares de políticos que se preocupam com o Santa Rita, com o povo de Palmeira dos Índios e com as pessoas que residem em cidades próximas e que procuram o atendimento no Hospital. Nós seremos eternamente gratos pela ajuda e por poder contar com políticos que demonstram estarem preocupados com a população que lhes escolheram como representantes, sendo dignos de cada voto recebido”, afirmou o provedor.

Para o prefeito Júlio Cezar, ajudar e buscar parcerias para fortalecer o atendimento do Hospital, com mais qualidade na prestação de serviços ofertados aos pacientes, é um dever e compromisso do governo municipal. “Sempre digo que o Hospital não é um problema, mas a solução para o bom funcionamento e atendimento na área de saúde do nosso município. Ficamos felizes em ajudar e fazer parte deste momento especial em que vive o Santa Rita, sem precisar recorrer a empréstimos para saldar suas dívidas e ainda comprar novos equipamento e pagar despesas de funcionários e fornecedores”, destacou o prefeito.

E continuou. “Agradeço a cada parceiro, ao senador Benedito de Lira, aos deputados federais Paulão e Arthur Lira, ao ministro Marx e à secretária Kátia Born pela forma como vem conduzindo a saúde no município. Ao provedor Pedro Gaia e todos que fazem o Hospital, como o doutor Pedro Paulo e a Sheila Duarte, parabenizo pelo trabalho e por confiar no nosso governo. A parceria continua e muitas outras conquistas ainda estão para acontecer”, finalizou Júlio Cezar.


Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/


Semana do Bebê é iniciada em Palmeira com entrega de chave ao Bebê Prefeito

Semana do Bebê é iniciada em Palmeira com entrega de chave ao Bebê Prefeito.

Kelly Marques/Assessoria
Fotos: Diego Wendric/Assessoria

A VI Semana do Bebê de Palmeira dos Índios foi iniciada ontem (21) em solenidade na Creche Maria do Carmo Sampaio Caparica, no bairro de Vila Maria. Com o tema “Todos juntos pela Primeira Infância” o evento acontece até sexta-feira (24).

Durante a abertura, houve apresentações artísticas dos alunos da creche e palestra sobre a primeira infância com a enfermeira Fernanda Lessa. A coordenadora do Programa Saúde da Criança e do Adolescente Carla Barbosa fez uma breve consideração sobre os objetivos da Semana do Bebê e sobre a programação. “A Semana do Bebê é o momento em que todos os profissionais que trabalham com crianças de 0 a 6 meses reforçam a importância da primeira infância junto com a comunidade. Em parceria com a Educação e Assistência Social desenvolvemos ações em prol de uma melhor qualidade de vida e desenvolvimento para os nossos pequenos”, disse Carla.

Após a abertura do evento, coordenadoras das secretarias municipais de Educação e Assistência Social, Selo Unicef e a secretária de saúde Kátia Born se dirigiram à Maternidade Santa Olímpia para a entrega da chave da cidade ao “Bebê Prefeito 2017”. O Bebê Prefeito é o primeiro bebê a nascer no dia da abertura do evento e tem como requisitos ser palmeirense, ter nascido por parto normal e a mãe comparecido a sete consultas do pré-natal.

A secretária Kátia Born fez a entrega da chave simbólica para a mãe do ilustre bebê, que se chama Carlos Junior Paulo dos Santos, filho de Dulcinéia Paulo dos Santos. O pequeno nasceu às 10:28h e os pais residem no Povoado Lagoa Funda.

Visite o nosso portal:
http://www.palmeiradosindios.al.io.org.br/