Atendimento nas unidades de saúde de Maceió para casos suspeitos da Covid-19 triplica em dezembro

Atendimento nas unidades de saúde de Maceió para casos suspeitos da Covid-19 triplica em dezembro

O número de atendimentos nas Unidades de Referência de Síndrome Gripal de Maceió para casos suspeitos da Covid-19 aumentou 305,4% no mês de dezembro. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fez um comparativo entre os meses de novembro e dezembro e o número de pacientes atendidos triplicou. Os jovens foram os que mais receberam atendimento.

“Durante vários meses nós vimos o número de pessoas que procuram o serviço diminuir gradualmente e, em poucas semanas, retornar ao patamar de maio. A faixa etária que predomina dos usuários é de pessoas mais jovens, o que preocupa, porque apesar da menor chance de complicação pela Covid-19, muitos convivem com pessoas do grupo de risco, como idosos, pessoas com doenças crônicas”, disse o médico Arthur Araújo.

O comparativo foi feito entre os dias 1º e 13 de novembro e 1º e 13 de dezembro. Em novembro, as unidades de saúde da capital atenderam 1.309 pacientes. No mesmo período do mês de dezembro, o número subiu para 3.998. A unidade Maria da Conceição Fonseca Paranhos, em Jacarecica, foi a que mais atendeu pacientes com suspeita do coronavírus esse mês — 318 atendimentos em novembro; 1.355 em dezembro.

A taxa de mortes em Alagoas pela Covid-19 está em alta. Com a crescente transmissão do coronavírus, 98.928 pessoas já foram infectadas em Alagoas e 2.380 morreram até segunda-feira (14).

A infectologista Mardjane Lemos ressalta a importância de manter as medidas de combate ao coronavírus para evitar o aumento na curva de contágio.

“É uma responsabilidade coletiva, pensando no bem daqueles que são mais vulneráveis e também pensando em si. Tem que manter o uso de máscara, a higienização dos objetos de uso de maior frequência, e ter cuidado com as confraternizações e encontros familiares. Nós estamos vendo muitos relatos de pacientes contaminados dessa forma. Então, se cuidem, se protejam e protejam os seus”, disse.

Maceió conta com quatro Unidades de Síndromes Gripais:

Jorge Duarte Quintela Cavalcante (Graciliano Ramos)

Walter de Moura Lima (Santa Amélia)

Novo Mundo (Barro Duro)

Maria da Conceição Fonseca Paranhos (Jacarecica).


Deixe um comentario