Ataque mutante é maior conquista de Tite em preparação da Seleção para a Copa América

Ataque mutante é maior conquista de Tite em preparação da Seleção para a Copa América

Em três anos à frente da seleção brasileira, Tite tem agora o grupo que lhe oferece mais alternativas ofensivas. Da goleada por 7×0 sobre Honduras, no último domingo, o melhor atestado foi a quantidade de variações de sistemas e posicionamentos dos jogadores de ataque. A receita para compensar a ausência de Neymar, ao que parece, será a versatilidade.

Elogiado por Tite depois do jogo, David Neres atuou dos dois lados durante o jogo do Beira-Rio. A seleção brasileira teve, ao longo dos mais de 90 minutos, três centroavantes. Todos fizeram gols enquanto jogavam de “9”: Gabriel Jesus, Firmino, que depois virou o meia da Seleção, e Richarlison, que começou na direita e depois foi centralizado.

Em sua entrevista coletiva, Tite indicou que deve começar a Copa América, na sexta, contra a Bolívia, no Morumbi, com David Neres e Firmino ao lado de Richarlison no ataque, e Coutinho, de ótima atuação no Beira-Rio, como armador.

– O campo fala – repetiu o treinador, para explicar suas escolhas.

A provável escalação terá Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva (Miranda) e Filipe Luís; Casemiro e Arthur (Allan) (Fernandinho); David Neres, Coutinho e Richarlison; Firmino.


Deixe um comentario