Alagoas tem a segunda menor renda per capita do País, diz levantamento do IBGE

Alagoas tem a segunda menor renda per capita do País, diz levantamento do IBGE

Apesar de ter registrado um crescimento de 8,5% na passagem de 2017 para 2018, o rendimento mensal domiciliar per capita da população alagoana é o segundo menor do País, de acordo com levantamento divulgado nesta quarta-feira (27), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Calculado com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), o rendimento mensal domiciliar per capita de Alagoas foi de R$ 714 no ano passado – valor maior apenas que o rendimento mensal per capita do estado do Maranhão, que atingiu R$ 605.

Segundo o levantamento do instituto, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar do ranking com o maior rendimento mensal domiciliar per capita do País, com R$ 2.460. Na região Nordeste, o estado com o maior rendimento per capita é o Rio Grande do Norte, com R$ 965. Em seguida aparecem Sergipe (R$ 906), Paraíba (R$ 898) e Pernambuco (R$ 871). Em 2018, o rendimento médio domiciliar per capita nacional foi de R$ 1.373.
O IBGE explica que o rendimento domiciliar per capita é calculado como a razão entre o total dos rendimentos domiciliares (em termos nominais) e o total dos moradores. São considerados os rendimentos de trabalho e de outras fontes de todos os moradores, inclusive os classificados como pensionistas, empregados domésticos e parentes dos empregados domésticos.


Deixe um comentario