Abstenção do 2º turno em Maceió supera a do 1º e passa de 164 mil eleitores

Abstenção do 2º turno em Maceió supera a do 1º e passa de 164 mil eleitores

Ao todo, 164.739 maceioenses deixaram de ir às urnas neste segundo turno das eleições, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL). É um número maior que o visto no primeiro turno, que teve pouco mais de 148 mil faltosos. Proporcionalmente, os ausentes são 27,81%.

O número de eleitores que anularam ou votaram branco, porém, sofreu uma queda. Possivelmente essa redução se deve ao fato de que esses eleitores não foram às urnas, engordando a abstenção. No segundo turno, foram 36.092 nulos e 12.706 brancos. A soma de brancos, nulos e faltosos resulta 213.537, ou seja, 49,9% do eleitorado válido. Para se ter uma ideia, JHC (PSB) foi eleito com 222.147 votos.

O número de abstenções sozinho também superou o número de votos do candidato dos Calheiros, Alfredo Gaspar (MDB). Foram 156.704 para o emedebista, pouco menos que os 164.739 faltosos.

Essa mesma soma resultou em 210.580 votos no primeiro turno, número relativamente menor. Os nulos somaram 41.261 na ocasião, e os brancos 21.001.

O primeiro turno das eleições da capital alagoana já era a maior abstenção desde, pelo menos, a eleição de 2000. O segundo turno, contudo, tomou o título de maior número de faltosos da história recente. Diversos colégios eleitorais registraram baixa movimentação.

Para se ter uma ideia do salto da abstenção na capital alagoana, em 2012 esse percentual foi de 8%, 13 pontos percentuais a menos que as eleições deste domingo (15). Entre anos de 2000 e 2008, o número de abstenções oscilou em torno dos 14%. Na última eleição para Prefeitura de Maceió, em 2016, foram 17,08% de ausentes nas urnas.


Deixe um comentario